O Meu Amor


Meu amor assim nasceu
Do meu coração para o seu
De uma simples emoção
Tomou imensuráveis proporções
Meu amor não tem regras
Ele é corpo, alma e coração
Ignora quaisquer argumentos
E se entrega sem nenhuma condição

Meu amor não tem limites
É eterno, intenso e absoluto
Soberano em sua força
Se iguala à infinitude do universo

Meu amor é como o vento
Invisível aos olhos, mas real ao coração
Basta tão somente fechar os olhos
E sentir a plenitude do meu afeto

— Diego Dittrich

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram