segunda-feira, 20 de agosto de 2012



Acabei me enrolando pra escrever, mas antes tarde do que nunca, né? Hehe... No sábado da semana passada (11) fui ao cinema com amigos para assistir qualquer filme. De última hora, decidimos ver o estreante 'À Beira do Caminho', filme brasileiro dirigido por Breno Silveira (o mesmo diretor de '2 Filhos de Francisco'), com roteiro de Patrícia Andrade (que coescreveu '2 Filhos de Franscisco'). No elenco, nomes como João Miguel, Vinicius Nascimento, Ludimila Rosa, Dira Paes e Ângelo Antônio (os dois últimos, se destacaram como os pais de Zezé Di Camargo e Luciano em '2 Filhos de Francisco' e, agora, são apenas coadjuvantes na história).

A história tem todos os ingredientes para ser mais um clichezão, mas até que surpreende. O filme conta a história do caminhoneiro João (João Miguel) que dirige sozinho pelas estradas brasileiras. Sempre na dele, mal conversa com as pessoas e se alguém tenta se aproximar, ele simplesmente foge. Os motivos que o levaram a ser tão fechado e solitário, é uma tragédia do seu passado que o impede de tentar ser feliz novamente. Porém, numa noite, enquanto dirigia, um pequeno incidente faz com que o pneu do caminhão fure e ele tenha que trocar. Quando é surpreendido por um barulho na carroceria e, para sua surpresa, um garotinho chamado Duda (Vinicius Nascimento) estava escondido atrás de uma caixa alegando pegar carona pois, depois da morte da mãe, ele deseja encontrar seu pai, que mora em São Paulo. Extremamente irritado, João obriga o garoto a descer ali no meio do nada, mas logo amolece o coração e os dois seguem viagem juntos com a promessa que João vai deixar o menino na delegacia da próxima cidade. A partir daí, os dramas e fantasmas do passado de João voltam para assombrá-lo mais frenquentes e ele se vê obrigado a enfrentar tudo que ele tentou evitar nesses anos todos. O encontro com o pequeno Duda faz com que muitas mudanças, talvez drásticas, aconteçam na vida de João que precisa enfrentar o seu passado, aceitar seus erros e pedir perdão a quem magoou.

O longa, que é evocado e baseado em músicas do Roberto Carlos, já faturou seis prêmios no 16º Cine PE: Melhor filme, Melhor Ator para João Miguel, Melhor Ator coadjuvante para Vinícius Nascimento, Melhor Roteiro de Patrícia Andrade, Melhor filme do júri popular e o Troféu Gilberto Freyre (de valorização da identidade nacional). E tudo com louvor pois é um filme que se destaca por sua simplicidade e, também, pela sua qualidade.

Se você é do tipo que ainda torce o nariz para os filmes brasileiros, quebre um pouco esse conceito do cinema nacional e vá assistir 'À Beira do Caminho'. Você não vai se arrepender, eu garanto! ;)

Nota Final: ★★★★ (4/5)

Post a Comment:

Designed By Blogger Templates | Templatelib & Distributed By Blogspot Templates