No Cair da Noite

No cair da noite,
a escuridão preenche meu quarto.
Se faz um silêncio sombrio,
letal para minha alma.
Mas já faz tempo que escureci.
Não ouço minha consciência
e tudo some diante de mim.
Está tudo tão monótono
e isso confunde minha visão.
Não sei mais por quanto tempo
ainda vou buscar uma absolvição.
Escondida nas sombras dos becos
e nas ruas escuras, vazias e tristes.
Desejo veemente o raiar do dia
pra que tudo isso acabe logo;
pra que eu possa, enfim, sobreviver.

Diego Dittrich

Comentários

  1. Olá !!

    Vim conhecer seu espaço e adorei o texto !
    Muito verdadeiro e profundo, afinal quem de nós nunca se sentiu desta maneira....
    Intenso e bem escrito, muito bom !
    Um abraço e boa semana !

    ResponderExcluir
  2. Olá, Samanta!

    Muito obrigado pela sua visita e pelo comentário! Fiquei muito feliz!

    Um abraço, boa semana e volte sempre! =D

    ResponderExcluir
  3. "Mas já faz tempo que escureci."

    Escreveu sobre mim sem saber,
    Adorei o texto!!!
    Me tocou completamente!

    ResponderExcluir
  4. Escreveu sobre mim tb!
    Adorei! ♥

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA DE FILME: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember) - 2002

Dançando na Chuva

Sempre chega a hora