Medo


Tudo em volta está escuro
Estou cego, estou sem rumo
Ouço vozes, vejo vultos
Nesse abismo tão profundo

Acordei de um pesadelo
Minha vida tão perdida
Fui além dos meus limites
Não tem volta, estou perdido

Desespero no escuro
Tenho medo do que eu sinto
Quero achar uma saída
Desse abismo tão profundo

Eu sussurro em teu ouvido
Mesmo longe, estás tão perto
Posso ouvir você chamando
Do vazio sombrio da minha alma

Tenho medo...
Desespero...
Medo, medo, medo...

Diego Dittrich

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA DE FILME: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember) - 2002

Dançando na Chuva

Sempre chega a hora