Olhando o mar...


Sento na areia e admiro a grandeza infinita e inigualável do mar. O som das ondas quebrando na praia e as gaivotas sobrevoando o oceano. A areia afagando meus pés. O vento beijando meu rosto com leveza e os raios de sol queimando minha pele. Posso sentir tudo isso com um entusiasmo imensurável, sublime. É quando eu fecho meus olhos para me entregar ao momento e, por um instante, vejo a sua imagem.

Lembro do seu sorriso cativante e dos seus olhos resolutos, procurando pelos meus. Um leve sorriso se forma em meu rosto. Respiro fundo e posso sentir seu perfume invadir os meus sentidos. É tão gratificante, tão arrebatador que, por um momento, sinto estar em outra dimensão. Ouso, com temor, tocar seu rosto mas sua visão se desfaz e abro meus olhos. Era tudo fruto da minha imaginação, consequência da saudade que meu coração inspira. Você não está aqui.

Quero, apenas, olhar o mar e imaginar como seria se seu braço estivesse a me envolver. Imagino como seria se olhássemos juntos para o mesmo horizonte. Seu perfume ainda não se dissipou. Isso só aumenta o meu desejo de estar com você. Inexplicavelmente, eu te amo. Incondicionalmente, eu te desejo. E tenho certeza que, da sua parte, é recíproco, embora estejamos distantes. Ah, como eu queria te ter aqui comigo! Como eu queria admirar o mar com você ao meu lado! Como eu queria te abraçar e sentir toda a proteção que você me dá... mais uma vez, sinto seu perfume. É tão real que imagino se não estou enlouquecendo... Devo estar perdendo a razão porque sinto sua presença. É como se você estivesse ali. Também, olhando o mar e pensando em nós.

Não há como esconder... o desejo de te ter comigo me faz olhar para o lado, na ilusão de te encontrar ali. Nada. Mas seu cheiro ainda paira no ar. Penso que é melhor eu ir pra casa e te ligar, ouvir sua voz e sonhar. Me levanto e, ao erguer meus olhos, eis que você está aqui, com lágrimas nos olhos. Fico inerte e não posso impedir que as lágrimas estúpidas rolem pelo meu rosto. Suspiro. Você está aqui. Esteve o tempo todo aqui, cuidando de mim, como você prometeu que faria sempre. Sim, eu te senti em todos os momentos.

Agora me abrace e nunca mais fique longe de mim. E não me deixe ir para longe de você. Não quero mais perder oportunidades. Quero romper limites, me arriscar na estrada com você. E o que você me diz? Me dê sua mão e vem comigo pelo resto de nossas vidas.

Diego A. Dittrich (27/09/2010)

Comentários

  1. Cada vez melhor!
    Seus textos expressam exatamente o que eu estou sentindo nesse momento também...
    Parabéns Diego! Você é O Cara

    ResponderExcluir
  2. Surpreendente como você consegue nos fazer ter a sensação de que somos o personagem da história - no caso, você! Seus textos nos envolvem de um jeito que conseguimos sentir, claramente, o que você quer passar. Parabéns! Adorei demais!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Conseguiu tocar profundamente minha alma... um lindo sentimento, nobre e todos os nossos já sentimos ou iremos sentir cedo ou tarde. Parabéns por mais essa obra prima!

    ResponderExcluir
  4. Perfeitaço! ♥ Ah, o amor!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA DE FILME: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember) - 2002

Dançando na Chuva

Sempre chega a hora