Um Livro Qualquer


Eu sinto que sou como um livro qualquer...
esquecido em uma prateleira qualquer de uma biblioteca qualquer. 
Um livro qualquer que não chama atenção pela sua capa. 
Um livro qualquer que possui um conteúdo complexo 
que nem todas as pessoas são capazes de entender. 
Sou como um livro qualquer que precisa ser lido e interpretado. 
Ainda assim, como um livro qualquer, também tenho algo peculiar, 
também trago o melhor que há dentro de mim... 
Também posso transformar uma vida com apenas algumas linhas.

Diego Dittrich

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA DE FILME: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember) - 2002

Dançando na Chuva

Sempre chega a hora