A Sua Partida

Lembro do dia em que você partiu
como um navio que, ao deixar o cais,
já nem se lembra mais.

Meus pensamentos borbulhavam
exaltados pelo desejo de voltar atrás
e pedir que você ficasse comigo.

Mas o meu orgulho ferido
me dizia pra te deixar seguir em frente
se era isso o que você queria.

Hoje, só me restou a certeza de que
eu não queria perder o que era meu.
Eu não queria ter dito adeus...

Diego Dittrich

Comentários

  1. Ás vezes, por mais que a gente não queira, acabamos perdendo o q é nosso, somos obrigados ao adeus.


    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  2. Ás vezes, por mais que a gente não queira, acabamos perdendo o q é nosso, somos obrigados ao adeus.


    Lindo texto!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA DE FILME: Um Amor Para Recordar (A Walk To Remember) - 2002

Dançando na Chuva

Sempre chega a hora