Ainda falta...


A noite chega
trazendo o medo e o frio,
a incerteza de permanecer só
e o que ainda resta de mim

A noite vai
e me desperta a insônia
Agora sei que estou só
e não me resta nada mais

As noites têm sido difíceis
O silêncio não me traz paz
Ainda falta ser, falta acontecer
tudo o que planejamos juntos

A noite chega
e não traz você de volta
É só ilusão imaginar
que você ainda estaria aqui

A noite vai
e não leva o meu sofrimento,
a dor de saber que nada sei
e que nunca vou descobrir

Diego Dittrich

2 comentários:

  1. Foi feito pra mim, parece que sou eu que estou falando:

    "As noites têm sido difíceis
    O silêncio não me traz paz"

    "a dor de saber que nada sei
    e que nunca vou descobrir"

    É exatamente o que eu sinto.

    Lindo!

    ResponderExcluir
  2. Nossa!!! Conseguiu me fazer chorar - como se fosse difícil :S

    Amei o poema, tudo haver com o que passo. Pois os dias sempre vão e vem, mas a dor continua aqui.

    Parabéns!!!

    ResponderExcluir

Instagram